Governo Brasileiro assina a PL das Teles (ou Convergência Audiovisual)
25 de julho de 2019
87% dos Brazucas na Rede?
25 de julho de 2019

Pedala Brazil!

Se um dos jargões mais usadas nas brincadeiras fonogestuais de “brôs” e peladeiros na década passada surtisse efeito no transporte individual (por bike) aqui no Brasil, já estaríamos perto da estatística de Copenhagen – Noruega. Lá, apesar de praticamente todo cidadão ter condição de comprar um carro, isto não é prioridade e nada menos do que 55% das pessoas que vão ao trabalho, vão de bicicleta! 
Ou seja, o carro saiu de cena, é minoria e deu espaço para as pessoas transitarem sendo pessoas!

Estes dados acabo de pegar vendo um video de Natalia Garcia, jornalista que está mapeando em diversas cidades no globo, soluções práticas e viáveis às nossas. Natalia é co-fundadora o site/projeto “ cidade para pessoas“, proposta crowndfundeada por um bom número de crêdulosque realmente acreditam em uma condição melhor para Sampa e também para cidades menores e que ainda podem ter diretrizes e ações de afirmação, não de remendo.
Assim, Copenhagen, cidade do tamanho de Sorocaba, nos ensina que talvez a mobilidade passe por usar a bike , senão em todo percurso, em partes do nosso deslocamento, o que já ajuda um tanto no fluxo geral.

Ainda sobre o jargão “Pedala Brasil” e os (milhões) de quilómetros de pedaladas que nos separa de cidades como esta, está na cara que se o poder publico e os agentes que trabalham com isto (transporte, aparelhos públicos e afins) não se tocarem, a coisa andará ainda um bom tempo no passo da galinha (13km por hora). 
Ontem, resolvi ver e ouvir um belo concerto da Orquestra Experimental de Repertorio no recém re-inaugurado Theatro Municipal de São Paulo, que fechado por 3 anos, teve um custo de R$28 milhões para sua reforma. Motivado pelo sol de inverno, resolvi ir de bike, e para minha surpresa não havia um mísero local destinado ao estacionamento das magrelas (e que talvez custasse uns 1000 reais do orçamento total).
Assim, tanto quanto o poder público que liberou a verba e aprovou a reforma, as arquitetas Rafaela Calil Bernardes e Lilian Jaha não vislumbraram esta pequena adaptação aos tempos “mais que pós industrial” (Época do Theatro).

:)

Só dá para lamentar?
Não,temos que cobrar.

Para ver o video incrível que Natalia Garcia fez sobre as bikes em Copenhagen clique aqui.
Para ver o casual video que fiz ontem no Theatro Municipal clique aqui.

Comments are closed.

×

Fale conosco

Clique para falar com um dos nossos representantes por Whatsapp ou nos envie um e-mail para zerbergo@figurafilmes.com

× Como posso te ajudar?